O Kosovo e o papel do esporte na construção de sua imagem nacional e reconhecimento internacional

Por Emanuel Leite Jr.

Desde que se declarou independente da Sérvia em 17 de fevereiro de 2008, o Kosovo tem lutado pelo reconhecimento internacional de sua independência. Por razões geopolíticas, a declaração unilateral kosovar é razão de uma complexa disputa e, por isso, o Kosovo até hoje não foi aceito como membro das Nações Unidas (ONU). Apenas 98 dos 193 integrantes da ONU (51%) reconhecem-no como um país. Cientes das dificuldades no campo da diplomacia tradicional, as autoridades públicas e políticas kosovares passaram, então, a apostar na diplomacia do esporte na busca pela construção de sua imagem nacional e do desejado reconhecimento internacional. E como esporte é também geopolítica, na noite de 31 de março de 2021, a televisão estatal espanhola RTVE se recusou a tratar o adversário da seleção da Espanha como o time de um estado soberano, inclusive grafando a abreviatura “kos”, em letras minúsculas. Isso porque a Espanha é um dos cinco de 27 membros da União Europeia que não reconhecem o Kosovo.

PARA LER MAIS, CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE A COLUNA TRIVELA NA BANCADA:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s